terça-feira, 17 de novembro de 2015

O insensato Ludovico Silva entre a poesia e o marxismo.






















Ludovico Silva



Ludovico Silva foi um grande poeta venezuelano que se destacou também pelo rigor conceitual ao escrever meia dúzia de livros sobre o conceito de alienação na obra de Karl Marx. Como ele mesmo salientou, é difícil encontrar abordagem tão profunda sobre a alienação e a ideologia em outras paragens do mundo. Não apenas leu Marx, fez exegese e hermenêutica de seus textos, avançou na recriação inventiva de categorias e conceitos elaborados por Karl Marx em O Capital e Grundrisse. Criou a categoria talvez mais importante do marxismo no século XX, a de mais-valia ideológica.

Há quem diga que essa categoria poderia ter sido incluída no último capítulo do último volume de O Capital. Vale destacar o originalíssimo livro sobre o estilo literário de Karl Marx. Atenção: não se trata de um estudo sobre o gosto literário de Karl Marx (Heine, Shakespeare, Diderot, Cervantes, Goethe, Ésquilo), e sim uma análise imanente da linguagem de Karl Marx, cuja dimensão literária o levou a iluminar cientificamente os aspectos sociais e econômicos da realidade.


Leia o texto completo na REBELA.






Nenhum comentário:

Postar um comentário